Kingo Labs
Sociedade Thule e Adolf Schickgruber
Home » História » Sociedade Thule e Adolf Schickgruber

Sociedade Thule e Adolf Schickgruber

A Sociedade Thule foi um grupo que atuou na Alemanha antes da Segunda Guerra Mundial, tendo conquistado muito poder naquelas terras. Lidavam com altas quantias de dinheiro, possibilitando a realização de financiamentos. Foi mais ou menos assim que acabou surgindo o Partido Nazista. Quem foi Adolf Schicklgruber? Como eles agiam? Saiba essas e outras respostas a seguir.

O que foi a Sociedade Thule?

A Sociedade Thule, conhecida em alemão por Thule-Gesellschaft, foi uma sociedade secreta ocultista sediada em Munique. O grupo foi fundado por Adam Alfred Rudolf Glauer, barão de Sebottendorff. A sociedade ganhou fama por ter patrocinado o Partido Alemão dos Trabalhadores, o Deutsche Arbeiterpartei (DAP), que depois se tornou o Partido Nacional Socialista Alemão dos Trabalhadores, ou Partido Nazista.

Quem foi Adolf Schicklgruber?

Adolf Schicklgruber nada mais é do que o próprio Adolf Hitler. Ele muitas vezes era chamado assim antes de ascender ao poder na Alemanha já que seu pai era Aloys Schicklgruber, depois veio a mudar seu nome para Alois Hitler. De acordo com o historiador e professor inglês Ian Kershaw: “O primeiro de muitos golpes de sorte para Adolf Hitler teve lugar 13 anos antes de ter nascido”.

Hitler afirmava que essa tinha sido a melhor decisão da vida de seu pai, abandonando um sobrenome que soava como grosseiro e não cairia bem diante do povo. O pai chegou a utilizar o seu nome de nascimento quando era oficial nas alfândegas. Era 1876, então decidiu pedir permissão para utilizar o nome de seu padrasto que havia morrido.

O ainda Aloys Schicklgruber teve que procurar um padre na paróquia de Döllersheim, afirmando que seu pai na verdade era Johann Georg Hiedler. O padre ficou pensando que o homem ainda estava vivo e queria legitimar o filho. Então o pároco concordou em fazer as alterações e contatou as autoridades civis. A mudança oficial foi confirmada no dia 6 de janeiro de 1877. Até hoje não se sabe porque teve o registro de Hitler e não de Hiedler.

Quando foi fundada a Sociedade Thule?

A Sociedade Thule foi fundada no dia 17 de agosto de 1918, por Rudolf von Sebottendorff. Recebeu este nome em homenagem a ilha presente nas lendas gregas, Thule. Originalmente foi chamada de Grupo de Estudo para a Antiguidade Germânica, mas logo trocou de nome e passou a replicar conteúdos antirrepublicano e antissemita.

Qual era o objetivo da Sociedade Thule?

Desde a sua fundação em 1918, a Sociedade Thule tinha como principal objetivo resgatar antigas tradições europeias, como druidismo, o wotanismo, o woragsmo, a asatru e a vanatru. Sua organização contava com Grão Mestre e Venerável, cargos que sempre foram ocupados por druidas e ghodis. Contou com um órgão de imprensa chamado “Münchener Beobachter”, o Observador de Munique, que depois passou a ter o nome Observador do Povo.

Hitler fez parte da Sociedade Thule?

É bem verdade que a Sociedade Thule foi uma das grandes financiadoras do grupo político que deu origem ao Partido Nacional Socialista Alemão dos Trabalhadores, mas não existe nenhuma prova concreta que Adolf Schicklgruber, ou melhor, Adolf Hitler foi um de seus membros. Porém, diversas atividades desenvolvidas pelos nazistas têm ligações com preceitos da Sociedade Thule.

O grupo pensava que o Deus Yahvé havia enviado os judeus para a Terra com o objetivo de transformar o planeta em um inferno, gerar guerras e discórdias em nosso planeta. Nessa época a Família Rothschild já dominava os negócios bancários e os Protocolos dos Sábios de Sião eram populares. Ficaram tão cegos que não perceberam que utilizaram métodos piores do que supostamente eram usados por seus inimigos.

Hitler e o Partido Alemão dos Trabalhadores

Em 1918 Hitler passou a fazer parte do DAP e logo chamou atenção devido a sua capacidade como orador. Aos 20 anos de idade o jovem austríaco era um grande fã do misticismo e buscava alcançar níveis elevados de consciência. Logo Hitler conheceu Os Protocolos dos Sábios de Sião e passou a utilizá-los como ferramenta para chegar ao poder. Ele foi preso durante a Primeira Guerra Mundial, e depois passou a ganhar cada vez mais poder.

Líderes da Sociedade Thule

Relatos apontam que Adolf Hitler teria sido o quarto membro mais importante da Sociedade Thule, nomeado por Dietrich Bronder no livro “Bevor Hitler Kam”. Algum tempo depois o grupo se dividiu em duas partes, o lado esotérico e o ramo exotérico, que representava o exterior. Hitler se tornou o líder deste segundo grupo.

Do outro lado estava Rudolf Steiner, no qual Hitler perseguiu e conseguiu assassinar, liquidando aqueles que lhe atrapalhavam. Diversos pesquisadores indicam que houveram combates entre os dois grupos, onde pessoas foram condenadas à morte, entre elas o já citado líder dos esotéricos.

Símbolos da Sociedade Thule

A Sociedade Thule era representada por uma adaga, além de um octagrama, com três triângulos ou raios em seu interior. Outra representação deste grupo é o olho de Odhin, apenas ele, no centro do octagrama, passando a ser utilizados desde 2012. A antiga insígnia do grupo tinha origem indo-europeia para atrair fortunas.

A vinda de um Messias

A Sociedade Thule acreditava que um Messias viria até a Terra. Isso de acordo com a revelação feita por Isaías, na qual eles acreditavam. O “Terceiro Sargão” traria glória para uma nova cultura ariana na Alemanha. Logo ficou fácil para Hitler ter influência no grupo, ele que depois despontaria como a maior liderança do mundo durante a década de 1930.

Sociedade Thule no Brasil

Se você pensa que esse grupo não existe mais ou atuava apenas na Europa, se enganou. A Sociedade Thule funciona até hoje, mas em nosso país não mais. Exerceram atividades até 1969, com lojas no Rio de Janeiro, São Paulo e na Região Sul. Aturam de maneira a expandir as religiões europeias, que não o cristianismo.

Representações da Sociedade Thule

Esse grupo esteve presente na cultura popular de diversas formas ao longo dos anos. Foi citada no filme Hellboy I de 2004, no livro escrito por Eduardo Spohr, “Filhos do Éden: Anjos da Morte”. A Sociedade Thule foi representada ainda na série Supernatural, em diversos episódios da 8ª temporada.