Kingo Labs
Por que Van Gogh cortou a orelha
Home » Aleatórios » Por que Van Gogh cortou a orelha?

Por que Van Gogh cortou a orelha?

Vincent van Gogh é considerado hoje em dia um dos principais pintores da história, mas nem sempre foi assim. O reconhecimento veio principalmente depois de sua morte, fazendo com que as obras saltassem de valor. Van Gogh cortou a sua orelha e ainda cometeu suicídio. Por que ele fez isso? Descubra a resposta a seguir.

Por que Van Gogh cortou a orelha?

A morte de Van Gogh fez com que o preço de suas obras tivesse valor multiplicado, já que o conceito de suas pinturas ganhou força. Van Gogh apresentava uma série de problemas psicológicos, mas não procurava ajuda, optando pelo suicídio no fim do século XIX.

Quem foi Van Gogh?

Vincent Willem van Gogh nasceu na cidade holandesa de Zundert, em 30 de março de 1853 e viveu até 1890, morrendo quando tinha somente 37 anos de idade. Mesmo em pouco tempo, se tornou um dos principais pintores da história, sendo uma referência para a arte ocidental. Foram desenvolvidos mais de 2 mil trabalhos em uma década.

Van Gogh vinha de uma família de classe média alta e começou a desenhar quando ainda era criança. Foi o responsável pela criação de uma natureza-morta para as paisagens, produzindo representações dos camponeses. Ficou mais famoso somente depois do suicídio, fazendo com que suas obras multiplicassem de valor.

Van Gogh e os problemas clínicos

Durante boa parte de sua vida Vincent van Gogh sofreu com episódios psicóticos e alucinações. Não buscava ajuda, gerando complicações para a sua saúde física e mental. O pintor não se alimentava de forma adequada e consumia bastante bebidas alcoólicas. A depressão apresentada por Van Gogh foi crescendo, até a sua morte.

Van Gogh tinha sérios problemas

Depois de sua morte, foram desenvolvidos diversos estudos referentes a personalidade de Vincent van Gogh. Isabella H. Perry apontou um quadro de transtorno bipolar, sendo apoiadas pelos psiquiatras R. E. Hemphill e Dietrich Blumer. Para o bioquímico Wilfred Arnold os sintomas condizem mais com porfiria aguda intermitente. Epilepsia foi outro problema sugerido.

Quem era Paul Gauguin?

Eugène-Henri-Paul Gauguin era um pintor francês que viveu até os 54 anos de idade, morrendo em 1903. Durante um período de sua vida morou no sul do país, onde conheceu Van Gogh. Foram amigos e parceiros de negócio, sendo que as pinturas de Gauguin se destacavam pelo sintetismo e cloisonnisme. Os dois adoravam pintar quadros representando a natureza.

Quando Van Gogh cortou a orelha?

Era o dia 23 de dezembro de 1888, quando Vincent van Gogh decidiu cortar a sua orelha esquerda. Isso aconteceu na França, em Arles. Ainda pegou o pedaço cortado e levou para uma prostituta que era sua amiga. A ação teria sido motivada por uma discussão com Gauguin, onde o holandês mostrou uma navalha aberta e assustou o amigo.

Van Gogh cortou a sua orelha e voltou para casa, sem que nenhum problema tivesse acontecido. A Polícia o encontrou todo ensanguentado e desmaiado. Depois foi levado ao hospital, onde ficou internado por 14 dias e assim que recebeu alta, pintou um autorretrato com a orelha cortada. A partir disso o seu comportamento piorou e passou a sofrer com paranoias.

Como foi a sequência depois do corte?

Gauguin revelou 15 anos depois que vários fatores fizeram com que Van Gogh cortasse a sua própria orelha. Os dois brigaram, porque Gauguin estava para ir embora, já que pensava estar recebendo menos do que o combinado. No fim da briga, Van Gogh ouviu vozes e acabou cortando a orelha com uma lâmina. Não é informado se totalmente ou parcialmente.

Foi então que o pintor enrolou o membro em um pacote e enviou para Gabrielle Berlatier. A orelha acabou sendo entregue no hospital, mas o médico Félix Rey nem tentou implantá-la novamente, porque já havia sido cortada há muito tempo. No hospital diagnosticaram a situação como “mania aguda com delírio generalizado”.

Autorretrato sem orelha

Entre 1885 e 1889 Van Gogh produziu mais de 40 autorretratos, geralmente pintados pela falta de modelos. Servem para demonstrar sobre a personalidade do artista, as vezes descuidado, com a barba por fazer e o cabelo arrepiado. Na maioria das vezes Van Gogh pintava os cabelos de vermelho ou então com estilo grisalho.

Depois que cortou a sua orelha, produziu alguns autorretratos sem o membro. Existem quadros em que o pintor aparece com a orelha enfaixada. A maioria dos retratos que aparecem a orelha mutilada depois do ataque psicótico foram feitas na cidade francesa de Saint-Rémy.

Quando Van Gogh morreu?

O pintor cometeu suicídio disparando em seu peito com um revólver Lefaucheux 7 mm, no dia 27 de julho de 1890, quando tinha apenas 37 anos de idade. Nenhuma testemunha pôde presenciar a morte, que aconteceu 30 horas após o disparo. Historiadores acreditam que esse disparo foi feito em um campo de trigo, onde estava pintando.

A bala foi desviada por uma das costelas, e aparentemente não prejudicou os órgãos internos. Van Gogh ainda retornou andando até a cidade de Auberge Raboux e procurou médicos, mas sem a presença de um cirurgião, a bala continuou alojada, trazendo a infecção que causou a morte. Seu enterro foi acompanhado por parentes e amigos.

Um louco fracassado

Van Gogh era descrito como um louco fracassado durante a sua vida, ganhando fama depois do suicídio. A opinião pública passou a defini-lo como um gênio incompreendido, fazendo com que palavras sobre a loucura e a criatividade trabalhassem juntos. Sua obra começou a ganhar destaque principalmente no começo do século XX, quando o seu estilo de pintura passou a ser adotado por expressionistas alemães.

Theo van Gogh

Irmão mais novo de Vincent, Theo passou a se dedicar exclusivamente à pintura em 1880. Ele colaborou para o avanço de artistas impressionistas, como Claude Monet. Theo tentava fazer com que seu irmão liberasse a sua criatividade por meio da pintura. Logo que Vincent cometeu suicídio, ele adoeceu e morreu, com apenas 33 anos.

Obras mais caras

O Retrato de Dr. Gachet, de Vincent, de 1890, é avaliado em US$ 149,4 milhões. Segundo o pintor, era assim que os retratos deveriam ser feitos, de maneira inteligente.

Comente!