Kingo Labs
Pedras Guias da Geórgia
Home » Aleatórios » Pedras Guias da Geórgia: entenda o mistério

Pedras Guias da Geórgia: entenda o mistério

Pelo mundo existem diversas construções estranhas, incluindo algumas que podem causar medo. As Pedras Guias da Geórgia, nos Estados Unidos, foram construídas no fim da década de 1970 e contam com dez mensagens, escritas em diferentes idiomas. Muita gente acredita que tem relação com a Nova Ordem Mundial. Será? Conheça essa história a seguir.

O que são Pedras Guias da Geórgia?

As Pedras Guias da Geórgia ou Georgia Guidestones são um monumento feito em granito, localizado no Condado de Elbert, nos Estados Unidos. Neste local estão gravadas dez frases, escritas em oito idiomas diferentes: inglês, espanhol, suaíli, hindi, hebreu, árabe, chinês e russo, além de uma outra mensagem mais pequena com dizeres em idiomas antigos como babilônio, sânscrito, grego e em hieróglifos egípciois.

O local é conhecido ainda como Stonehenge Americana. Sua estrutura conta com seis pedras em granito, com uma delas no centro e outras quatro ao seu redor, todas em posições verticais, existe outra pedra em cima destas cinco. Todas elas foram astronomicamente alinhadas. Nas proximidades estão as já citadas placas, feitas em granito, indicando para que serve o monumento.

Qual o tamanho das Pedras Guias da Geórgia?

Essa construção mede 5,87 metros de altura, praticamente o mesmo tamanho do Stonehenge do Reino Unido. Foram utilizados cerca de 27m³ de granito em cada uma das pedras, totalizando um peso de 107,8 toneladas. Diferente de outras construções gigantes mundo afora, essa não foi feita por civilizações antigas e sim erguida em 1979 após um homem conhecido pelo pseudônimo R. C. Christian ter comprado terras e contratado a empresa Elberton Granite Finishing para fazer.

O que dizem as frases?

Como não existe escritura em Língua Portuguesa, o jeito é traduzir. Conta com mensagens sobre a população da Terra e a busca pela perfeição. Fala sobre a proteção a humanidade, que deveria buscar leis rígidas a união por meio da razão. Devido a essas informações o local passou a ser chamado de Pedras Guias. Confira as mensagens:

  • Manter a humanidade abaixo de 500.000.000 em perpétuo equilíbrio com a natureza.
  • Conduzir a reprodução sabiamente – aperfeiçoando a aptidão física e a diversidade.
  • Unir a humanidade por meio de um novo idioma vivo.
  • Controlar a paixão – fé – tradição – e todas as coisas com razão moderada.
  • Proteger povos e nações com leis e tribunais justos.
  • Permitir que todas as nações regulem-se internamente, resolvendo disputas externas em um único tribunal mundial.
  • Evitar leis insignificantes e funcionários públicos desnecessários.
  • Equilibrar direitos pessoais com deveres sociais.
  • Valorizar verdade – beleza – amor – procurando harmonia com o infinito.
  • Não ser um câncer sobre a terra – Deixar espaço para a natureza – Deixar espaço para a natureza.

Onde ficam as Pedras Guias da Geórgia?

O monumento foi construído a 72 quilômetros de Atlanta, a capital do estado. Para chegar até lá é preciso utilizar a Rodovia 77, vindo pela Rodovia Guidestone. O lugar foi escolhido por ter um clima moderado, não causando problema algum para a estrutura. Além disso, o granito utilizado está entre os melhores do mundo.

Arquitetura nas Pedras Guias da Geórgia

Tudo foi bem planejado, sendo erguido no topo mais alto do condado. As quatro pedras do exterior marcam os limites do ciclo de declinação de 18,6 anos lunares. Através da coluna central é possível ver a Estrela Polar em qualquer época do ano. Existe uma abertura de 7/8 na cumeeira, permitindo que ao meio dia um raio de Sol entre exatamente neste local.

Pedra Horizontal

Alguns metros a oeste das Pedras Guias têm outra pedra, essa na posição horizontal. É como se fosse um livro de granito, colocado a nível do solo. Nele estão informações sobre a construção, como o tamanho, o peso, as características astronômicas das pedras, quando elas foram instaladas e quem financiou o projeto.

Existe ainda informações sobre uma cápsula do tempo que deveria ser enterrada abaixo dessa pedra, porém, os espaços indicando a data que teria sido enterrada e quando deveria ser resgatada estão em branco, então existe uma dúvida em relação a essa questão. Nessa pedra horizontal tem também o desenho das outras pedras e suas posições.

Quem é o dono das Pedras Guias da Geórgia?

Sr. Christian e outras pessoas teriam planejado a construção durante 20 anos, antes de contratarem a empresa Elberton Granite Finishing, em 1979. Ele teria informado a empresa que era o representante de um pequeno grupo de norte-americanos que viviam fora da Geórgia e que desejavam continuar no anonimato. No registro de imóveis é indicado que foram comprados 2 hectares de terras por US$ 5 mil.

De acordo com R. C. Christian, as dez mensagens escritas eram um apelo a humanidade, para que a vida no Planeta Terra fosse preservada. O local escolhido era remoto, para evitar problema com turistas locais. O homem passou outra informação, sua bisavó teria nascido neste estado. A construção foi feita no dia 22 de março de 1980, durante o equinócio de primavera no Hemisfério Norte, com a participação de 100 pessoas.

Nova Ordem Mundial?

A construção teria sido feita a mando de R. C. Christian, de acordo com a empresa. Teóricos acreditam que essas iniciais representam Rosa-Cruz, movimento filosófico que teve origens durante o século XIV, com Christian Rosenkreutz, conhecido por Irmão C.R.C.

Alguns acreditam que as mensagens escritas fazem parte de “Os Dez Mandamentos do Anticristo”. Afirmam até mesmo que essas pedras foram erguidas a mando de sociedades secretas que buscam instaurar a Nova Ordem Mundial. John Conner, ativista político, chegou a propor a destruição do monumento, do outro lado está a viúva de John Lenon, Yoko Ono, que lembrou sobre o importante pensamento passado pelos escritos.

A teoria mais aceita no momento sobre estas pedras diz que as escrituras tratam sobre conceitos básicos para reformular uma civilização destruída. O escritor e argumentista norte-americano Brad Meltzer lembra que elas foram feitas durante a Guerra Fria e podem ter sido deixadas como uma possível mensagem aos sobreviventes da Terceira Guerra Mundial. A mensagem indicando para manter a população abaixo de 500 milhões seria porque existiriam menos pessoas do que isso.