Kingo Labs
Países mais pobres da África
Home » Finanças e Dinheiro » Países mais pobres da África

Países mais pobres da África

Principalmente devido ao processo de colonização, que foi concluído somente no século passado, o continente africano abriga boa parte dos países mais pobres do mundo. É claro que existem alguns países ricos, com boa expectativa de vida, mas em outras a situação é delicada. Confira os países mais pobres da África.

Países mais pobres da África

O continente africano tem países famosos, como o Egito e suas pirâmides e a África do Sul, por ter recebido a Copa do Mundo de 2010. Mas, em alguns países a situação econômica não é nada boa e a população sofre com a fome e a falta d’água. A situação está melhorando, mesmo assim os africanos seguem bem distantes de outras nações.

Como definir o nível de pobreza?

Existem algumas formas de classificar os países mais ricos e mais pobres do mundo. A forma mais aceita é por meio do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Esse sistema foi criado em 1990 pelos economistas Amartya Sen e Mahbub ul Haq e passou a ser utilizado em 1993 pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Os dados são repassados por quase todos os países que participam das Nações Unidas. Entre os 193 países membros, 189 deles fornecem informações para que o ranking de IDH possa ser elaborado. O estudo inclui até mesmo dois países que não são filiados a ONU. O último ranking foi divulgado em 2018, com números relativos ao ano de 2017.

9º – Serra Leoa

Serra Leoa já foi considerado o país mais pobre do mundo. Com seus 5 milhões de habitantes, o país foi explorado por portugueses e britânicos até conseguir a libertação no fim da década de 1990. O IDH é de 0,359, com renda per capita de US$ 881. Os principais problemas são gerados por conflitos internos e a falta de alimentos.

8º – Burundi

Burundi é um dos menores países do mundo em relação ao território. Diferente disso, a pobreza é grande. O IDH é de 0,355, a expetativa de vida ao nascer de 50,9 anos e a renda per capita de US$ 544. Burundi tem um dos menores PIBs dessa lista e sofre cm a falta de infraestrutura e emprego.

7º – República Centro-Africana

A República Centro-Africana é outra antiga colônia europeia, da França, que ocupou o país até a década de 1960. As primeiras eleições demoraram e só aconteceram nos anos 90. O IDH é de 0,352, com renda per capita de US$ 722. Desde 2004 vem sofrendo com diversos conflitos internos de origem étnica e religiosa.

6º – Eritreia

A Eritreia tem aproximadamente 5 milhões de pessoas e a população é composta por nove etnias. O país pertencia a Itália até a década de 1940, depois o domínio passou para a Etiópia. A independência veio somente em 1993, uma das mais tardes do continente. Isso porque guerrearam durante três décadas com os etíopes.

A Eritreia se destaca negativamente pela falta de educação básica, saneamento e direitos humanos. A renda per capita é uma das mais baixas de todas, com US$ 531, enquanto o IDH fica com 0,351. A população sofre com a falta de liberdade e os órgãos de imprensa pertencem ao estado.

5º – Zimbabwe

O Zimbabwe é um país que tem mais de 16 milhões de habitantes e renda per capita de US$ 853. Era uma colônia britânica até 1965 e logo depois passou por guerras civis extensas. A economia é instável e a expectativa de vida fica apenas em 51,9 anos.

4º – Burkina Faso

Burkina Faso tem atualmente cerca de 15 milhões de habitantes. Era uma colônia francesa até a década de 1960, quando conseguiram a independência. Vivem em situação de pobreza extrema, com renda per capita de US$ 1.202 e IDH de 0,343. Conforme o PNUD, Burquina Faso ocupa a última colocação no ranking de alfabetização.

3º – Moçambique

A expectativa de vida em Moçambique é de 50,7 anos ao nascer. O país é localizado no sudeste do continente e tem Maputo como sua capital. Conseguiu a independência de Portugal somente na década de 1970 e diferente dos angolanos que conseguiram um bom desenvolvimento, em Moçambique a situação é bem complicada.

É considerado um país rico em recursos naturais e vem apresentando crescimento no seu PIB, mesmo assim, o IDH continua lá em baixo, com 0,327, enquanto a renda per capita não passa de US$ 906. A população sofreu com uma guerra civil entre 1977 e 1992, complicando a situação que já era difícil.

2º – Níger

Níger é considerado atualmente como o segundo país mais pobre do continente e de todo o mundo. Fica localizado na África Ocidental, sendo que 75% do território está no Deserto do Saara, logo em terras improdutivas. Níger sofre com um clima predominantemente seco, tendo escassez de água, sendo este um de seus principais problemas. A expectativa de vida é 55,1 anos.

A religião mais popular em Níger é o islamismo. A economia do país gira em torno da exportação de urânio. A população sofre com a falta de escolas, dificuldades no saneamento básico e poucos alimentos, frutos de três. A população é de 21,5 milhões de pessoas, com renda per capita de US$ 701. O HID fica em 0,304.

1º – República Democrática do Congo

A República Democrática do Congo é o segundo maior país em extensão territorial da África e tem 86 milhões de habitantes, que possuem renda per capita de US$ 319,00, a menor do mundo. Quem nasce por lá tem expectativa de vida em 48,7 anos. Em 2010, o Mazembe foi campeão da Liga dos Campeões da África e no Mundial de Clubes venceu o Internacional por 2 a 0, dando alegria ao povo.

A independência da Bélgica veio somente na década de 1960, demora que colaborou para que o país continuasse subdesenvolvido. O Índice de Desenvolvimento Humano é de 0,304, um dos menores. Por outro lado, o Congo é um país abundante em recursos naturais, mas não conseguem transformar em riqueza para a população. A fome é um problema comum.

Comente!