Kingo Labs
Home » Sobrenatural » Mula sem cabeça: conheça o personagem folclórico

Mula sem cabeça: conheça o personagem folclórico

No Brasil existem diversos personagens do folclore e a mula sem cabeça é um destes. Diferente de outros, não foi criado por aqui, tendo origens europeias.

Será que mula sem cabeça existe? Como acabar com esse tipo de encantamento? Como surge uma mula sem cabeça? Descubra essa e outras curiosidades a seguir.

Mula sem cabeça

Uma mulher teria tido um relacionamento com um padre e foi amaldiçoada. Outra história conta que na verdade uma bruxa enfeitiçou um pároco, casando-se com ele e virando mula. Outra alternativa, apenas uma namorada dormiu com um homem antes do casamento.

Não se sabe ao certo qual a verdadeira história, importante é que a lenda da mula sem cabeça continua popular no século XXI.

O que é mula sem cabeça?

A mula sem cabeça é um personagem do folclore brasileiro. Existem diversas versões para o surgimento dessa criatura, onde para a maioria das histórias trata-se do fantasma de uma mulher amaldiçoada por ter se relacionado com um padre dentro de uma igreja. Esse tipo de lenda é bem conhecida nas cidades pequenas.

Mula sem cabeça existe?

Não. A história da mula sem cabeça consiste em uma lenda, que não tem compromisso com a verdade. Lendas são histórias fictícias, que acabam se popularizando devido a narrativa na qual são inseridas. Mas, existem pessoas do interior que garantem de pés juntos que mula sem cabeça existe.

Como se comporta uma mula sem cabeça?

De acordo com a lenda, a mula sem cabeça corre por sete freguesias a cada noite. O seu encantamento acontece da mesma forma do que com o Lobisomem. Em alguns lugares a criatura é conhecida por Burrinha de Padre ou somente Burrinha. Mesmo sem cabeça, é comum que sejam ouvidos relinchos.

Como é a aparência da mula sem cabeça?

Não importa o tom de pele ou cabelo da mulher, toda mula sem cabeça tem cor preta ou marrom. Em vez da cabeça existe uma tocha em seu lugar. Nos cascos existem ferraduras de ouro ou de prata, fazendo um barulhão. A mula sem cabeça tem a capacidade de imitar o gemido humano. Aparece apenas durante a madrugada, de preferência nas quintas-feiras.

Verdadeira história da mula sem cabeça

Especialistas em lendas garantem que essa é a versão verdadeira sobre a origem da mula sem cabeça. Durante uma noite do século XII, um padre decidiu largar a batina e seguir o seu coração, que estava apaixonado por uma camponesa da região. Segundo consta, a mulher era uma bruxa e todas as noites fazia uma estrela de cinco pontas virada para baixo.

Além disso, a mulher retirava a sua cabeça e deixava no meio da estrela, se tornando uma mula. Na sequência saia galopando pela região durante a madrugada. Assim que voltava para casa, adquiria novamente a forma humana. Então, uma noite o ex-padre acordou e percebeu a realização do ritual demoníaco, já que a porta da sala havia ficado aberta,

O homem passou a rezar desesperadamente, enquanto isso, a cabeça da esposa gritava, pedindo que ele abrisse a porta para que pudesse entrar. Ele não deu ouvidos e continuou rezando. Como não conseguiu recuperar a cabeça, durante as noites a mulher passou a se transformar em mula sem cabeça, procurando o membro que estava faltando. Por fim, o padre enterrou a cabeça e desapareceu.

Onde surgiu essa lenda?

A lenda da mula sem cabeça provavelmente começou na Europa, mais especificamente na Península Ibérica, sendo posteriormente trazida para a América pelos portugueses e por espanhóis. Em nosso país as histórias dessa criatura se espalharam na área rural, nos canaviais do Nordeste e no Sudeste do país. No México é conhecida por Marola e na Argentina chamada de Mula Anima.

Uma mulher foi castigada por Deus

Uma versão da lenda conta que um padre teve um envolvimento amoroso com uma mulher, dentro da igreja. Para pagar os seus pecados, Deus castigou a mulher, transformando-a numa mula sem cabeça, que andaria pelos campos durante as noites. Essa história tem uma lado moral, para intimidar as mulheres a não manterem supostos relacionamentos com homens da Igreja Católica.

Na verdade, a culpa foi do namorado

Uma versão diz que uma mulher dormiu com o seu namorado antes de casar, dessa forma passou a ser enfeitiçada e virou uma mula sem cabeça. Essa história está relacionada às famílias que buscavam o controle das moças, mantendo os padrões morais da época. Além disso, era uma forma de evitar que as filhas engravidassem antes da hora.

Monteiro Lobato e a mula sem cabeça

O escritor Monteiro Lobato, no livro Histórias de Tia Anastácia falou sobre vários personagens do folclore brasileiro. Saci Pererê, Curupira, Iara, Boitatá, Lobisomem e claro, a Mula sem Cabeça. Quando criança, quem assistia o Sítio do Pica-pau Amarelo certamente lembra das histórias envolvendo esta criatura.

Quando surge uma mula sem cabeça?

Conforme a lenda, nas noites de quinta-feira, a mulher enfeitiçada se transformava em mula sem cabeça. O animal mutante saia galopando pela região, com fogo no lugar da cabeça, logo acima do pescoço. A mula sem cabeça saia descontrolada, pisando por cima de animais e deixando estes despedaçados. Mantinha esta forma até o galo cantar pela terceira vez na manhã de sexta-feira.

Como acabar com uma mula sem cabeça?

A mulher geralmente voltava a sua forma humana exausta muitas vezes machucada. Segundo consta na lenda, é possível acabar com uma mula sem cabeça, bastando arrancar os freios da mula, ou fazer algum furo no seu corpo, utilizando um objetivo pontiagudo, retirando o seu sangue, podendo ser somente uma gota. O padre poderia retirar o encantamento amaldiçoando a mulher sete vezes antes da missa.

Carga Pesada Mula sem Cabeça

Em 2007 a TV Globo exibiu a 2ª versão da série Carga Pesada. O primeiro episódio foi Mula Sem Cabeça, inspirado na lenda. Na história, Pedro (Antônio Fagundes) se envolveu com Bentinha (Alexandra Martins) durante uma festa junina.

O homem acabou sendo amaldiçoado pela mulher, e se tornou impotente, pedindo ajuda para seu parceiro Bino (Stenio Garcia) e coronel Severino (Paulo César Pereio). No fim a dupla da boleia deu um jeito de quebrar o encantamento.