Kingo Labs
moedas raras
Home » Aleatórios » Moedas Raras: conheça as principais

Moedas Raras: conheça as principais

As moedas geralmente são de baixo valor, valendo menos do que as notas de papel. Elas são fabricadas a centenas de anos e utilizadas em diversos países. Hoje em dia o dinheiro virtual tem ganhado espaço, mesmo assim muita gente segue colecionando moedas. Algumas delas são bastante raras e podem valer milhares de vezes o valor original.

Quer saber mais sobre o assunto? Veja a seguir.

Moedas Raras

Sempre que receber o troco na compra de alguma mercadoria, é bom ficar atento para a moeda que lhe deram. Ela pode valer muito mais do que alguns centavos. Colecionadores do mundo inteiro pagam verdadeiras fortunas por exemplares raros, seja devido a idade destes itens ou pelo formato pitoresco.

Como reconhecer uma moeda rara?

Quanto menos unidades foram produzidas, mais rara será a moeda. Em 1930 produziram somente seis moedas de 1 centavo na Austrália, sendo exemplares preciosíssimos hoje em dia. O lugar que a moeda foi produzida diz muito sobre a sua raridade, se for fabricada pela casa da moeda, vale menos do que as comemorativas. O desenho apresentado é outro fator para ficar atento.

Se o material que são produzidas é diferente das safras anteriores, como aconteceu nos Estados Unidos em 1943, quando a moeda de 1 centavo deixou de ser feita com cobre e passou a ser produzida com aço, vale bastante. Assim que uma moeda sai de circulação, ela passa a ser mais rara. Moedas com falhas nos desenhos são raras e podem valer uma boa grana.

Datas nas moedas

Foi na Europa, ao longo do século XVII que passaram a colocar datas nas moedas, indicando a sua fabricação. Nem todas as datas seguem o calendário gregoriano, sendo este um detalhe para ficar atento, não sendo estas peças falsas. Moedas da Índia, Israel e países islâmicos podem apresentar datas bem diferentes da que imaginamos.

Outro fator interessante é que nem todas essas moedas foram realmente produzidas na data inserida, como os dólares norte-americanos de 1804, que foram produzidos em 1834 e 1835, já as de 1804 foram feitas um ano antes. Algumas moedas podem valer mais devido ao ano, como as de 10 centavos de reais de 1999.

País da moeda

A maioria das moedas possui o nome do país em que foi produzida dos dois lados. O valor poderá ser representado com algarismos romanos ou por números. Algumas moedas antigas podem apresentar escrituras em latim.

O que torna uma moeda rara?

Uma moeda normalmente se torna rara devido a demanda. Quanto menos unidades existirem, mais colecionadores desejarão tê-la. Outro fator importante é o estado de conservação, quanto mais parecida com o seu lançamento for, maior o valor. Para isso existe uma escala, que vai de 1 até 70, apresentando alguns adjetivos como gasta, um tanto gasta, bem conservada, flor de cunho, entre outros.

Moeda de real com reverso invertido

Geralmente as moedas de real apresentam o mesmo padrão, quando viradas para cima, o reverso costuma ser na mesma direção. Mas, alguns lotes aparecem com a cara e com a coroa na mesma direção, percebida quando viradas, onde o reverso fica invertido. São conhecidas por Reverso Invertido e podem custar até R$ 200.

1 Silver Dollar Draped Bust de 1804

Este dólar de prata fabricado em 1804 é uma das moedas mais raras do mundo. Em agosto de 1999 uma delas foi vendida por US$ 4,1 milhão. Uma dessas unidades por pouco não se tornou a moeda mais cara de todas, com preço de US$ 10,5 milhões, quando um lance foi dado por telefone, mas não bateu o preço de reserva.

5 centavos de 1999

Em 1999 produziram 11,2 milhões de exemplares da moeda de R$ 0,5 centavos. Hoje é uma raridade e pode ser vendida por até R$ 40. Ou seja, 800 vezes o seu valor verdadeiro.

5 Cents Liberty Nickel de 1913

Em 2018 pagaram US$ 4,5 millhões por uma moeda de 5 centavos de dólar. Dois exemplares deste modelo estão em museus. Ela carrega um brilho até hoje, mais de 100 anos após ser colocada no mercado. Além destas citadas, no total foram fabricadas somente cinco moedas, vide a raridade. É apelidada de William Morton-Smith – Louis E. Eliasberg.

15 dólares Brasher Doubloon de 1787

Fabricada em 1787 por Ephraim Brasher, valia US$ 15 em ouro. O homem teria feito outras moedas, que os pesquisadores apontam para circulação interna no país, válidas enquanto a casa da moeda ainda não operava. A Blanchard and Company vendeu uma delas em 2011 por US$ 7,3 milhões. Chama atenção pela marca que carrega no peito da águia.

1 Silver Dollar Flowing Hair de 1794

Uma unidade da moeda 1 Silver Dollar Flowing Hair de 1794 foi vendida em 2013 em um leilão por US$ 10 milhões. Especialistas em moedas acreditam que tenha sido o primeiro dólar de prata criada nos Estados Unidos. A casa da moeda foi aberta em 1792 e nos dois primeiros anos somente moedas de cobre e latão eram lançadas, depois surgiu está.

Com mais de 220 anos desde a fabricação, tornou-se um item raríssimo para os colecionadores. Existem algumas outras moedas iguais a esta, porém, a leiloada ainda apresenta brilho de sua cunhagem. Alguma outras foram fabricadas um ano depois e apresentam algumas marcas, devido a itens que eram acrescentados para aumentar o valor.

20 dólares Double Eagle de 1933

Em 2002 uma unidade desta moeda foi vendida por US$ 7,5 milhões. Em 1933 cerca de 500 mil delas foram fabricadas, no valor de 20 dólares. A raridade aconteceu porque o presidente Franklin Delano Roosevelt mandou que recolhessem todas as moedas de deste tipo, para que fossem derretidas. Algumas delas desaparecem dos cofres da casa da moeda.

Desde então essas moedas passaram a ser ilegais. Todas elas foram confiscadas, sobrando apenas uma, propriedade do rei Farouk do Egito. A posse dela foi parar na justiça e depois de muita discussão, propuseram a colocação em leilão e divisão do valor obtido. O comprador pagou ainda US$ 20 a casa da moeda para que ela não fosse mais ilegal.

Comente!