Kingo Labs
Vestmannaeyjar
Home » Aleatórios » Lugares mais isolados da Terra

Lugares mais isolados da Terra

Se você que mora no interior, longe da cidade grande, pensa que está isolado, não imagina onde existem pessoas vivendo. O Planeta Terra tem mais de 13 milhões de quilômetros de diâmetro, e praticamente onde existe terra firme tem alguém morando.

Quer conhecer os lugares mais isolados? Confira a seguir.

Lugares mais isolados da Terra

O Planeta Terra conta com mais de 7 bilhões de pessoas atualmente, vivendo nos mais variados lugares. Alguns deles não possuem civilizações fixas, mas sempre contam com moradores. São mais de 200 países, milhares de cidades e de ilhas. Alguns destes pontos acabam ficando isolados dos demais, confira os mais longes.

Vestmannaeyjar

No sul da Islândia existe um pequeno arquipélago conhecido por Vestmannaeyjar, no total são 14 ilhas, 30 ilhéus e 30 grandes rochedos. Somente a maior das ilhas, Heimaey que é ocupada, por pouco mais de 4.200 pessoas. Durante os meses de janeiro e fevereiro pode fazer até 1,5ºC, chegando aos 10ºC durante julho e agosto. A temperatura média é de 5,5ºC.

Essa ilha é habitada desde o ano 870, de acordo com testes feitos por meio do Carbono 14. Ao longo dos anos o território passou por diversas erupções vulcânicas, principalmente no século XX, entre 1963 e 1967. Ganhou fama por ter abrigado entre 1998 até 2003 a baleia Keiko, que estrelou o filme Free Willy.

Foula

Essa é uma das ilhas mais remotas do planeta. Foula fica na Escócia e tem menos de 40 habitantes, que se sustentam por base da agricultura familiar e de ovelhas. O lugar é o lar de diversas espécies de aves. O dialeto local é influenciado pelas línguas nórdicas. Fica a 469 km da capital do país, Edimburgo e mais próxima da costa escocesa.

Ilha Macquarie

A Ilha Macquarie fica no meio do oceano, entre a Antártida e a Austrália. Faz parte da cordilheira Macquarie, e chegou ao nível atual devido a movimentação das placas tectônicas. Nesse local é possível verificar as rochas do manto terrestre expostas, sendo considerado desde 1997 como Patrimônio Mundial da Unesco.

Socotorá

O arquipélago de Socotorá possui quatro ilhas e é localizado no Oceano Índico. Foi descoberto pelos portugueses em 1503 e hoje conta com pouco mais de 40 mil habitantes. A administração foi cargo de diferentes países, até ficar com o Iêmen e sua independência, em 1967. Fica a 250 km a leste do cabo Guardafui e 380 km da costa do país.

Saas-Fee

Saas-Fee fica numa região montanhosa da Suíça, onde a altitude pode superar os 4 mil metros. É uma pequena aldeia com dificuldade para o acesso, ideal para quem deseja descansar longe do barulho emitido pelos veículos. Aliás, é proibida a circulação de automóveis nessa região. Aproximadamente 1.600 pessoas tem o privilégio de morar neste local.

Ilhas Kerguelen

As Ilhas Kerguelen estão no extremo sul do Oceano Índico e pertencem a França. Cerca de 100 pessoas vivem neste local, que sofreu com a exploração da fauna marinha, levando quase a extinção. Foi descoberta em fevereiro de 1772, sendo um distrito das Terras Austrais e Antárticas Francesas. Fica 6.058 distante da Austrália.

Ittoqqortoormiit

Como é que se pronuncia isso? Bem, Ittoqqortoormiit é um vilarejo que fica no leste da Groenlândia, com população menor do que 550 pessoas. Os dinamarqueses chamam a região de Scoresbysund, devido ao sobrenome do explorador William Scoresby, que mapeou a região em 1822. Em 2006 chegou a ter 543 habitantes, o recorde até aqui.

Hanga Roa

A Ilha de Páscoa é um dos locais mais misteriosos do mundo e tem como capital Hanga Roa. São pouco mais de 3 mil habitantes, contando com o Aeroporto Internacional Mataveri. O ponto mais próximo da costa chilena fica a 3,5 mil km. Mesmo pequena, concentra restaurantes, hotéis, pousadas e comércio de itens para turistas.

Oimiakon

A cidade russa de Oimiakon fica na Sibéria, em uma das regiões mais isoladas do planeta. Apenas 500 pessoas vivem lá. É o local com as menores temperaturas do mundo, em relação aos ambientes habitados. No dia 6 de fevereiro de 1933 fez -67,7ºC na estação meteorológica. Durante o verão pode fazer 35ºC. Dessa forma, é uma das poucas cidades com amplitude térmica superando 100ºC.

O centro urbano mais próximo fica 800 km de distância. Oimiakon foi fundado com o objetivo de aumentar a criação de renas. Na tradução para o dialeto local, a palavra que dá nome ao vilarejo significa “água não congelada”. Os moradores normalmente se alimentam de carnes de cavalo e de rena, durante o verão podem crescer alguns vegetais.

Ilhas Cocos

Conhecida oficialmente por Ilhas Cocos, esse território pertence a Austrália e tem cerca de 600 habitantes. É um arquipélago formado por 27 ilhas, onde somente duas delas são habitadas. Fica no noroeste do Oceano Índico, contando com território coberto por uma floresta tropical. Pássaros e diversos animais marítimos são encontrados nas Ilhas Coco.

O local foi descoberto em 1609 pelo capitão britânico William Keeling. A partir de 1827 começou a ser povoado, pelo marinheiro escocês John Clunies-Ross. A administração trocou de mãos várias vezes ao longo dos anos seguintes, até que em 1955 foi assumida pelos australianos, que compraram as propriedades encontradas lá. Chama atenção que a distância da Austrália até as Ilhas Coco é de 4.131 km, para a Indonésia são 2.265 km.

Estação McMurdo

Além do gelo presente, a Antártida como sabemos, é um continente que possui terra firme, mesmo assim não existem populações fixas vivendo por lá. A Estação McMurdo é uma base cientifica pertencente aos Estados Unidos, sendo a maior de todas neste continente. Tem capacidade para abrigar mais de mil cientistas ao mesmo tempo, recebendo turistas. Fica a 4.122 km da Nova Zelândia.

Biólogo, geólogos, oceanógrafos, físicos, astrônomos, glaciólogos e meteorologistas podem se maravilhar com as instalações da Estação McMurdo. É por lá que fica o único porto da Antártida, sendo esta uma das regiões do mundo com menos incidência de espécies de animais, devido a temperatura extrema e falta de alimentos. É ainda um dos lugares mais isolados da Terra.