Kingo Labs
Linhas de Ley
Home » Ciência » Linhas de Ley: saiba como funcionam

Linhas de Ley: saiba como funcionam

As Linhas de Ley supostamente conectam diferentes pontos do Planeta Terra. Elas servem como orientação para o pouso de naves alienígenas ou como portais de ligação com outros lugares da galáxia.

Será que isso tudo é verdade? Como elas foram descobertas? Confira tudo sobre o assunto a seguir.

Linhas de Ley

Será que é possível viajar de um ponto até outro por meio de um buraco de minhoca? As Linhas de Ley funcionam mais ou menos desta forma, pelo menos é o que dizem. Esses conhecimentos são antigos, vindo desde os romanos e egípcios que ergueram as pirâmides.

O que são Linhas de Ley?

As Linhas de Ley consistem em supostos alinhamentos existentes entre pontos distintos do Planeta Terra. Isso incluiu ambientes megalíticos, cumes, cordilheiras e cursos de água. O termo foi utilizado pela primeira vez pelo arqueólogo Alfred Watkins, em 1913, no seu livro Early British Trackways e The Old Straight Track, onde citava as pegadas de povos antigos.

Tempos depois, o próprio Watkins desenvolveu uma teoria dizendo que estes alinhamentos foram feitos para facilitar o deslocamento por parte da navegação através de linhas de visão. O escritor John Michell levou o termo para o lado místico, tendo a sua versão adotada por outros interessados no assunto.

Linhas de Ley e seus padrões

Teoricamente existem vários tipos de Linhas de Ley, existindo em diferentes graus e com formas de energia variadas. Elas ocorrem na parte de cima e abaixo da Terra. Nem sempre circulam os mesmos caminhos de acordo com cálculos da matemática, seguindo ainda conceitos geométricos, vibracionais, geológicos e eletromagnéticos.

As Linhas de Ley possuem caminhos variáveis e podem se mover por meio de éons do espaço-tempo. Os especialistas no assunto garantem que foram percorridas na forma de autoestradas, já que estes trajetos possuem uma energia mais refinada. As Linhas de Ley teriam sido utilizadas ainda com intuito de facilitar a comunicação entre diferentes pontos.

Linhas de Ley em Atlântida

As Linhas de Ley estão relacionadas com o suposto continente perdido de Atlântida, que de alguma forma submergiu as águas do oceano. A partir disso, por volta de 10 mil anos atrás, essas técnicas perderam força. Acredita-se que as Linhas de Ley estejam partidas em algumas partes, gerando caminhos que podem não fazer sentido, não se conectando ao longo do globo terrestres.

A essência continua sendo a mesma, energia telúrica passando por correntes. Algumas delas teriam sido codificadas e passadas a serem chamadas de quinta e sexta dimensões. Especialistas no tema apontam que as Linhas de Ley funcionam como se fossem o sistema nervoso de nosso planeta. A Terra contaria ainda com chacras e Linhas Axiotonais.

Quem defende a existência de Atlântida garante que esse continente era o mais desenvolvido tecnologicamente, com equipamentos que fariam inveja em pleno século XXI. Algumas correntes apontam que continuam existindo, agora embaixo d’água. Isso talvez seja possível por meio de conhecimentos aprofundados nas Linhas de Ley.

O que muda uma Linha de Ley?

As Linhas de Ley não possuem lugares fixos no Planeta Terra. Diversos fatores podem colaborar com alterações em suas coordenadas. Entre eles estão a pressão tectônica, o magma, energia solar, ocorrência natural de campos eletromagnéticos postos em ação por minerais como o quartzo e ainda a decomposição de matéria orgânica. Essas condições geram carga elétrica e calor.

Essas energias acabam fluindo por meio de caminhos de condutividade já existentes no planeta. Esses fluxos são costumeiramente atraídos para regiões ricas em metais naturais. A maioria dos antigos templos construídos por civilizações romanas, gregas, egípcias e asiáticas contavam com Linhas de Ley. Se não eram erguidas sobre, atraiam as linhas.

Onde posso encontrar uma Linha de Ley?

Alguns ambientes são propícios para encontrar Linhas de Ley, como em vulcões, regiões montanhosas e próximo de estruturas erguidas pelo homem seguindo o número sagrado. Vórtices aparecem em depósitos de minérios, como basalto, batólitos graníticos, confluência de rios e em quedas d’água. Essas condições aumentam a produção de plasma subatômico, íons carregados e campos eletromagnéticos.

Vórtices são portais?

É importante informar que os vórtices com Linhas de Ley não são portais e não podem formar tais aberturas. Os vórtices podem funcionar como motores de distribuição de essência diamantina, trazendo energia de dimensões mais elevadas. Todos os portais possuem um vórtice, mas nem todo vórtice faz parte de um portal.

Linhas de Ley e extraterrestes

As Linhas de Ley servem como referências para os extraterrestres que visitam o nosso planeta. Estes pontos servem para eles como portais dimensionais, podendo entrar ou sair por meio de buraco de minhoca. Especialistas afirmam que um destes portais é encontrado numa região entre Bahamas e a Flórida, bem no cruzamento entre Linhas de Ley distintas.

Linhas de Ley existem?

Civilizações que habitaram a Terra há milhares de anos ergueram alguns monumentos seguindo padrões geométricos, baseados em triângulos e vértices. Acreditavam que as forças da natureza podiam agir em relação ao ser humano. Pesquisadores acreditam que algumas destas construções seguem de pé mesmo após milhares de anos devido a energia das Linhas de Ley.

Linhas de Ley encurtam distâncias?

Teóricos afirmam que as Linhas de Ley servem para encurtar distâncias. Alguns acreditam que elas estão entre os maiores mistérios do Planeta Terra ainda não revelados. Esses mapas com as Linhas de Ley teriam sido desenvolvidos por alienígenas que visitavam nosso planeta. Dessa forma, estes portais seriam importantes para criaturas de outros lugares da galáxia.

Linhas de Ley e as pirâmides do Egito

Teoricamente as pirâmides do Egito, construídas há mais de 5 mil anos foram erguidas acima das Linhas de Ley. Elas servem parar abrir portais dimensionais, onde é possível entrar em outras dimensões e os antigos egípcios sabiam destes temas. Na tradução, Cairo significa Terra de Marte, logo serviria como uma passagem indo daqui até o planeta vermelho.

O que a Nasa diz sobre as Linhas de Ley?

A Agência Espacial Norte Americana (Nasa) e outras que estudam o espaço certamente sabem da existência das Linhas de Ley, caso existam. Porém, até hoje nenhum comunicado oficial foi feito referente ao assunto.

Comente!